As Mulheres Protagonistas das Séries da Shonda Rhimes

Shonda Lynn Rhimes é uma das nossas produtoras de televisão favoritas. Isso porque, além de seus roteiros incríveis, ela adora criar personagens femininas empoderadas, que inspiram o nosso dia a dia. Shonda, assim como toda capricorniana, é uma mulher ambiciosa e talentosa: a roteirista já ganhou mais de 10 prêmios por produzir, criar e escrever o famoso drama médico da TV Grey’s Anatomy, além de ser produtora-executiva das séries How to Get Away with Murder e Scandal e alguns filmes, como O Diário da Princesa 2: Casamento Real.

Nesta matéria, vamos falar sobre a história e as características que nos fizeram amar essas mulheres fortes criadas por Shonda.

De Scandal: Olivia Pope

GIF Source: Giphy

Interpretada por Kerry Washington e baseada em Judy Smith – a secretária de imprensa de George Bush que representou Monica Lewinski durante o escândalo de Clinton-Lewinski –, Olivia Pope é uma gerente de crises baseada em Washington DC. Administradora de sua própria empresa, a Olivia Pope & Associates (OPA), ela é especialista em consertar escândalos políticos.

Emocionalmente forte e resistente, profissionalmente poderosa e fiel ao seu trabalho, e pessoalmente complicada, Pope é o única protagonista negra na televisão americana desde 1974, de acordo com Felicia Lee, do The New York Times.

Além da fama por ser persistente e consertar com eficácia situações aparentemente impossíveis, ela é muito conhecida por seu estilo, o que a tornou um símbolo da moda.

Seu “Pope-style”, como o figurinista Lyn Paolo nomeou, chamou a atenção da equipe Vogue e em 2014 rendeu a Lyn a indicação para ser um influenciador do “Assessoreis Council”, a organização internacional de advocacia, sem fins lucrativos, cuja missão é estimular a conscientização e a demanda dos consumidores por produtos e acessórios de moda.

De How to Get Away with Murder: Annalise Keating

GIF Source: Giphy

Interpretada por Viola Davis, Annalise Keating é uma advogada de defesa e professora de direito na fictícia Universidade de Middleton. Tão destemida no tribunal quanto na sala de aula, ela defende pessoas que foram acusadas por supostamente terem cometido desde crimes de fraude até assassinatos.

Em um primeiro olhar, Annalise parece viver uma vida perfeita – até que o enredo da série nos faz perceber o contrário. Seu nome inicialmente era Anna Mae e sua mãe, que sofre de demência por conta da idade e dos traumas vividos, ainda a chama assim. Sua relação com seus pais é conflituosa e a advogada passou por maus bocados quando mais nova – foi abusada sexualmente quando criança, teve a gravidez interrompida de forma drástica, entre outras situações.

Em sua realidade atual, os problemas insistem em ficar por perto, por mais que ela se esforce para evitá-los. Seu casamento se desfaz com o tempo e sua carreira é colocada em risco diversas vezes. Em meio a tudo isso, ela ainda arruma disposição e tempo para ser tutora de cinco adolescentes em formação e cria vínculos insuperáveis com eles.

Durante a série vemos um conflito frequente diante das ações da professora e não conseguimos afirmar se sua bondade parte de seu coração caridoso ou da culpa que acumula conforme o seriado caminha. Mas uma coisa é certa: apesar de tudo, a professora permanece forte e busca superar cada um dos seus obstáculos. 

Por sua atuação como Keating, Viola Davis venceu o Prémio Screen Actors Guild para melhor atriz em série de drama de 2014 e o Emmy do Primetime de melhor atriz em série dramática de 2015.

De How to Get Away with Murder: Laurel Castillo

GIF Source: Giphy

Karla Souza dá vida a Laurel Castillo, uma idealista sensível, discreta e, de acordo com a ABC, “uma arma secreta em ação” – que escolheu cursar Direito para defender os menos afortunados. No decorrer do seriado, a personagem impressiona a todos à medida que mostra mais da sua própria personalidade e talento para a profissão.

Durante a adolescência, Laurel passou por situações traumatizantes, como um sequestro e a internação da mãe em uma clínica psiquiátrica após o divórcio dos pais. E infelizmente os problemas não pararam por aí, Laurel possui uma lista de relacionamentos que geram uma espécie de dependência, como ocorre com Frank Delfino (Charlie Weber), por exemplo, um homem de moral questionável por quem ela se apaixona.

Feminista declarada, Laurel possui muita coragem por trás da fachada de donzela e é muito mais do que a filha de um homem milionário com interesse em caridade. Ela busca justiça a qualquer custo e luta seguindo seus ideais acima de tudo.

De How to Get Away with Murder: Michaela Pratt

GIF Source: Giphy

Interpretada por Aja Naomi King, Michaella Pratt é considerada a personagem que mais se empenha para impressionar Annalise Keating. No início da série, Michaella até admite querer ser exatamente como a professora, mas com o desenrolar dos fatos a estudante desconstrói essa ideia e começa a trilhar seu próprio caminho.

Pratt é ambiciosa e persistente quanto ao seu sucesso profissional, mas nunca se permitiu ousar em ser independente até entrar na faculdade e ter de se impor perante seu noivo para conquistar seus objetivos. A desconstrução da personagem é constante, tanto quanto a sua evolução profissional.

O papel de Pratt rendeu a atriz Aja Naomi King a indicação ao NAACP de Melhor Atriz Coadjuvante em série. O NAACP Image Awards é uma premiação concedida pela National Association for the Advanced of Colored People (Associação Nacional para o Progresso de Pessoas de Cor, em tradução livre) para os afro-americanos mais influentes do cinema, televisão e música do ano.

De Grey’s Anatomy: Meredith Grey

GIF Source: Giphy

Interpretada por Ellen Pompeo, Meredith Grey é a personagem principal da série Grey´s Anatomy. Meredith começa como interna e, no decorrer do seriado, progride em sua carreira médica. Ela tem um relacionamento complicado com a mãe Ellis Grey, uma cirurgiã de renome que é conhecida por ser arrogante e só pensar em seu trabalho.

A personagem é descrita como inteligente, esforçada, às vezes quieta, facilmente distraída, indecisa e dona de uma compaixão imensa. Uma pessoa complexa emocionalmente capaz de ser empática com qualquer ser humano, além de ser sensível e observadora.

Desde o início da série, Meredith tem um relacionamento complicado com Derek Sheperd (Patrick Dempsey), o Chefe de Cirurgia no hospital em que ela passa a trabalhar como interna, um romance caracterizado por suas idas e vindas. Quando questionada sobre a relação da doutora Grey com Derek, Ellen Pompeo até brinca dizendo que: “todas as minhas cenas com Dempsey são iguais. Ou nós estamos terminando um relacionamento ou estamos dando um amasso”. Embora esse relacionamento seja importante para a evolução de Meredith no seriado, não é ele que a define, mas sim a sua força diante das situações difíceis pelas quais passa.

De Grey’s Anatomy: Cristina Yang

GIF Source: Giphy

Sandra Oh é quem interpreta Cristina Yang, introduzida como estagiária no Seattle Grace Hospital e que cresce em sua carreira até tornar-se uma respeitada cirurgiã cardiotorácica. De acordo com The New York Times, "provavelmente não há nenhuma mulher na TV mais dedicada à sua carreira do que Cristina, o que tem sido por muito tempo a sua característica definidora”.

A ateísta  de ascendência coreano-americana, tem como principais individualidades, segundo a ABC, sua competitividade, ambição e inteligência, e como maiores defeitos sua atitude agressiva e insensível.

A personagem tem até mesmo um pouco da personalidade de Shonda. De acordo com a própria produtora, “Cristina é o tipo de mulher que eu conheço muito bem, e eu gosto dela. Há algo interessante sobre uma pessoa que é motivada, emocionalmente desconectada, mas ainda um indivíduo atencioso, doce e inteligente que você poderia ser amigo”.

Seu relacionamento com Meredith Gray é um dos pontos principais da série, pois apesar de seu pragmatismo emocional, perfeccionismo competitivo e sua natureza lógica, em seu primeiro contato com Meredith elas se tornaram melhores amigas e donas da expressão “You are my person”, que hoje caracteriza uma amizade pura e verdadeira.

Oh também acumulou inúmeros prêmios e indicações por seu papel como Yang, incluindo as vitórias do Globo de Ouro e do Screen Actors Guild Award em 2006. Ela também foi indicada ao prêmio Primetime Emmy de Melhor Atriz Coadjuvante em Série Dramática de 2005 a 2009. 

De Grey’s Anatomy: Miranda Bailey

GIF Source: Giphy

Miranda Bailey é interpretada por Chandra Wilson. Após ser introduzida no Seattle Grace Hospital como residente, torna-se Chefe de Cirurgia e é responsável dos cinco internos cirúrgicos Meredith Grey (Ellen Pompeo), Cristina Yang (Sandra Oh), Izzie Stevens (Katherine Heigl), George O’Malley (TR Knight), e Alex Karev (Justin Chambers). Ela é apresentada aos estagiários como “The Nazi” por conta de sua personalidade dura e contundente, mas ao longo da trama revela seu lado maternal e protetor não apenas com seus pacientes, mas também com seus colegas e residentes.

Bailey foi caracterizada pela ABC como durona e perspicaz. Chandra Wilson disse que seu ego é tanto sua força quanto sua fraqueza e explica: “A parte de força é ótima porque realmente faz dela uma boa médica. Ela é muito boa em seu trabalho e ela continua a evoluir e ela continua a olhar para maneiras de ser "valor acrescentado" no hospital e é incrivelmente independente. Essa independência, certamente, ficou no caminho de seus relacionamentos pessoais. Ela ficou no caminho de ser uma jogadora de equipe em muitos ocasiões”.

Miranda inicialmente dá uma impressão fria e dominadora, no entanto, sua atitude suavizou-se desde então. Após passar por um divórcio, ela se casa com o anestesiologista do hospital, Ben Warren (Jason Winston George) e luta para conciliar o seu desejo de ser mãe com a sua profissão. Quando é nomeada Chefe de cirurgia, torna-se a primeira mulher a ter um cargo de chefia na história do hospital.