Her Campus Logo Her Campus Logo
Entertainment

”Licorice Pizza” E Outros 5 Filmes Ambientados Nos Anos 70

The opinions expressed in this article are the writer’s own and do not reflect the views of Her Campus.

Paul Thomas Anderson é referência quando o assunto é direção cinematográfica em Hollywood. Tendo ”Boogie Nights” como seu filme de estreia, além de ”Magnólia” e ”Trama Fantasma” como suas obras em destaque, o diretor tem chamado atenção de todo o ramo do audiovisual desde o fim dos anos 90.

Apesar de ter sido indicado a 8 estatuetas do Oscar por diferentes obras no passado, nunca foi premiado — o que pode mudar drasticamente com a chegada de ”Licorice Pizza”, seu novo longa-metragem indicado às categorias de Melhor Filme, Direção e Roteiro Original.

Ambientado em Los Angeles no ano de 1973, o filme conta a história de Gary Valentine (Cooper Hoffman), um ator-empreendedor de 15 anos, e de Alana Kane (Alana Haim), uma mulher divertida — porém desmotivada pela idade e pela posição que se encontra — que muda sua perspectiva de vida quando encontra o garoto.

”Licorice Pizza” carrega consigo uma experiência audiovisual setentista que, junto ao ambiente hollywoodiano característico da época, cores vibrantes, figurinos fiéis e trilha sonora coerente, revisitam uma nostalgia de algo que talvez os espectadores nem sequer tenham vivido.

Para aqueles que se apaixonaram pela estética da nova aposta para a estatueta dourada de Anderson, aqui estão mais seis filmes com a ambientação parecida com a de ”Licorice Pizza”:

”Era uma vez… Em Hollywood” (Quentin Tarantino, 2019)

Produzido por outro grande diretor de Hollywood, Quentin Tarantino, o filme conta a história do astro de TV Rick Dalton (Leonardo DiCaprio) e seu dublê Cliff Booth (Brad Pitt) tentando sobreviver às mudanças no cenário cinematográfico que precede os anos 70 e se reinventado para se manter relevante na indústria.

”Era uma vez… Em Hollywood” mistura fatos com ficção, dando vida a grandes artistas que revolucionaram a sétima arte nos anos precoces da década de 70.

O longa conta com figurinos, atuações e coloração dignos de um filme clássico dos anos finais da Era de Ouro hollywoodiana. Ele foi indicado a 10 categorias no Oscar de 2020, incluindo Melhor Figurino, Fotografia, Direção de Arte, Mixagem de Som e Edição de Som, além das mais celebradas como Melhor Filme e Melhor Diretor.

Disponível no Amazon Prime Video.

”Trapaça” (David O. Russell, 2014)

Inspirado em um caso de escândalo político, o filme conta a história de dois sócios e amantes, Irving Rosenfeld (Christian Bale) e Sydney Prosser (Amy Adams). Os dois são obrigados a colaborar com um agente do FBI, interpretado por Bradley Cooper, desnudando o mundo perigoso da máfia para capturar policiais corruptos.

Com um visual burlesco que remete aos anos 70, ”Trapaça” merece ser vislumbrado junto à atuação de atores renomados em seus mais variados papéis.

Disponível no Star+.

”Vício Inerente” (Paul Thomas Anderson, 2014)

Dirigido por ninguém menos que Paul Thomas Anderson, ”Vício Inerente” — a adaptação do romance de Thomas Pynchon — nos imerge na história do detetive Larry “Doc” Sportello (Joaquin Phoenix) quando o mesmo recebe a visita da ex-namorada (Katherine Waterston) e é convencido a investigar um suposto plano para assassinar um empresário, o atual namorado da garota, em Los Angeles.

O filme aposta na imersão da cultura hippie nos anos 70, exibindo o lado dos ”vícios inerentes” da época, como o abuso das drogas, da luxúria, da ganância e do poder. A trama chega a ter uma abordagem psicodélica, com alucinações do detetive entorpecido enquanto investiga a trama principal.

Disponível na HBO Max.

”O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias” (Cao Hamburger, 2006)

Para os amantes da história brasileira, este longa conta a história de Mauro (Michel Joelsas), um garoto brasileiro de apenas 12 anos no início da década de 70, apaixonado por futebol e jogo de botão.

Um dia, sua vida dá uma virada completa quando seus pais decidem sair de férias de forma inesperada e sem motivo aparente para ele. Na realidade, os dois tiveram que fugir em meio ao início da ditadura militar por serem de esquerda. Mauro é deixado no país, junto a seu avô, e não consegue aceitar a realidade que lhe foi imposta.

Vale a pena assistir ”O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias” por seu contexto histórico, situado no início dos anos 70, e por seu belo figurino que demonstra a realidade divergente vivida e vestida no Brasil comparado aos Estados Unidos.

”Dois Caras Legais” (Shane Black, 2016)

Los Angeles, 1970. Uma dupla de detetives antônimos é unida quando a filha de uma funcionária do Departamento de Justiça dos Estados Unidos é sequestrada e sua mãe decide contratar Jackson Healy (Russell Crowe), um brutamontes violento, para encontrá-la. O trabalho se mostra mais árduo do que o esperado e ele decide pedir ajuda a um detetive particular com uma personalidade contrária à dele (Ryan Gosling).

As estampas das roupas, cortes de cabelo e a estilização dos pelos faciais maximizam a impressão ”retrô” que este filme nos traz. O contexto, os gestos, a ambientação e a trilha sonora transportam o espectador diretamente para os anos 70 num filme que mistura comédia e ação na medida certa.

Disponível na HBO Max.

————————-

O texto acima foi escrito por Gabriela Antualpa e editado por Diovanna Mores Monte. Gostou deste tipo de conteúdo? Então, confira a home page da Her Campus Cásper Líbero para mais!

Gabriela Antualpa

Casper Libero '25

Journalism student, passionate about writing ever since I touched a book for the first time. Always interested in learning new things and - most of all - talking and writing about them. Contact me here: gabrielantualpa@gmail.com
Similar Reads👯‍♀️