Her Campus Logo Her Campus Logo
Entertainment

Desvendando O Comportamento Da Cassie De Euphoria: O Que Significa “Daddy Issues”?

The opinions expressed in this article are the writer’s own and do not reflect the views of Her Campus.

Atenção: esse post contém spoilers da primeira e da segunda temporada da série.

Você com certeza sabe ou já ouviu falar do termo “Daddy Issues”, mas você sabe o que ele significa e como ele se relaciona com a personagem Cassie da série Euphoria?

É difícil de explicar exatamente o que daddy issues significa, já que não é um termo médico oficial ou um transtorno reconhecido na edição recente do Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais. Apesar de não serem traduções diretas e exatas, podemos entender os daddy issues por meio de fatores como medo de abandono, constante busca por validação em um relacionamento, sentimento de rejeição e problemas de confiança com homem. 

Para aprofundar e compreender melhor o assunto, a psicóloga Daiane Daumichen explicou o que esse transtorno realmente significa, a partir da perspectiva científica e emocional.

“É possível relacionar o termo a problemas que o adulto enfrenta nas suas relações, principalmente amorosas, baseados em questões que viveu com a figura do pai - o chamado complexo paterno”, explica a especialista.

De acordo com ela, pessoas que sofrem com esse complexo - mulheres, em sua maioria - geralmente buscam parceiros que possam de alguma forma suprir o apoio, carinho e suporte que elas não encontraram na figura paterna quando crianças. 

romantização ou demoralização?

Hoje, é muito comum, principalmente no mundo da internet, encontrar no termo daddy issues um desmoralizar, ridicularizar ou até diminuir alguém.

A respeito dessa utilização, Daumichen aponta que isso ocorre porque existe uma banalização e depreciação desse termo muito grande. “Essas meninas que sofrem dessa questão emocional buscam figuras fortes para se relacionar, para ter um relacionamento amoroso. Elas querem uma figura que traga segurança - um tipo de pai. Homens fortes, ricos, mais velhos. As pessoas distorcem isso.”

A verdade é que o termo em si contribui para diminuir a grandeza e complexidade do problema, tornando-o motivo de piadas e chacotas, sendo que no fundo, tudo o que essas mulheres desejam é uma relação saudável com um homem. 

Cassie e seus daddy Issues

Cassie é uma adolescente que cresceu em um lar caótico. Desde pequena assistiu às brigas de seus pais, e sempre recebeu muita atenção - principalmente de homens - por conta de sua beleza e rápido amadurecimento, sendo sempre extremamente sexualizada. Quando a personagem estava no período de transição da infância para a adolescência, seu pai saiu de casa, abandonando Cassie e Lexi, sua irmã mais nova. 

Desde então, Cassie busca por um amor e validação masculina constante, custe o que custar - como, por exemplo, ficar com o ex abusivo da melhor amiga. Ela deixa sempre claro que se submeteria a todas as vontades de seu parceiro, se isso significasse ter o amor correspondido. Quase todos os homens com quem se relacionou só valorizavam seu exterior e a enxergavam como um objeto sexual. 

Para Daiane, o comportamento da personagem pode ser explicado pela busca de um relacionamento “contra-padrão”. Sobre isso ela afirma: “geralmente, quando uma pessoa cresce, ela busca um padrão similar ao que ela vivenciou do relacionamento dos pais ou almeja um ‘contra-padrão’”.

No caso da Cassie, como a relação da família dela era muito distorcida, uma relação tóxica, ela procura um ‘contra-padrão’”. Segundo ela, a personagem de Sydney Sweeney busca por um homem que a respeite e ame de verdade, caindo na crença que só será feliz quando encontrar um amor muito grande.

“Essa é uma característica desse complexo, que é justamente uma pessoa que o tempo todo precisa de validação, chega a ser até cansativo se relacionar com essas mulheres.”, explica.

Em relação a sexualização da personagem, Daiane aponta: “a Cassie acredita que as pessoas vão olhar primeiro para ela por ela ser bonita. Pensa assim: se seu próprio pai, que deveria ser aquela pessoa que te ama e dá suporte independente de qualquer coisa, não te amou pelo que você é, você procura criar um personagem. No caso da Cassie, ela cria um personagem de menina sensual, que de repente desta forma ela vai atrair a atenção das pessoas”. 

Um outro aspecto interessante deste complexo é que não necessariamente todas as pessoas que viveram relações complicadas com suas figuras paternas desenvolvem daddy issues futuramente.

Isso pode ser visto na Lexi, sua irmã. “Você pode viver no mesmo ambiente, ter as mesmas vivências e as mesmas situações, porém cada um enxerga a experiência de uma forma diferente. Cada um tem sua forma de enxergar e de sentir aquela coisa. Então, o ambiente pode ser tóxico para um e não para o outro”, conclui a psicóloga.

Para finalizar, Daiane reafirma: “a Cassie é uma menina fragilizada emocionalmente, que enxergou a relação familiar de maneira tóxica, uma relação que a violentou psicologicamente, que fez ela se sentir abandonada. Esse sentimento de abandono faz parte da gama de sensações provocadas por esse complexo paterno”. 

O texto acima foi escrito por Clara Spechotto e editado por Izabella Giannola. Gostou deste tipo de conteúdo? Então, confira a home page da Her Campus Cásper Líbero para mais!

Clara Guimaraes

Casper Libero '24

young journalist still learning the art of writing. a lover of series, films and music. 
Similar Reads👯‍♀️