Her Campus Logo Her Campus Logo
Entertainment

Conheça 5 TikTokers Que Estão Fazendo Sucesso Na Quarentena

Durante o isolamento social provocado pela pandemia, o TikTok, aplicativo de mídia para criar e compartilhar pequenos vídeos, virou o grande queridinho da internet. Seja para assistir, ou para elaborar posts, milhares de pessoas adotaram o aplicativo como um ambiente de desestresse e descontração. Além disso, com a desaceleração da rotina na quarentena, sobrou mais tempo para explorar e conhecer o aplicativo, o que possibilitou o crescimento da visibilidade de muita gente por lá. Conheça os “Tiktokers” que estão bombando na quarentena.

Lorrane Silva (@_pequenalo)

Lorrane Silva, mais conhecida como Pequena Lo, é um grande fenômeno no TikTok. Com 1,1 milhões de seguidores na plataforma, os memes e dublagens carregados de humor da jovem viralizam facilmente e em pouco tempo estão por toda a internet.

A jovem de 24 anos de Araxás, Minas Gerais, considera o aplicativo um ambiente de muitas oportunidades. “O TikTok têm perfis de todas as idades, e vários memes que as pessoas reproduzem. Por isso acho que dá oportunidade para muita gente, inclusive eu fui uma das pessoas que a partir da plataforma teve crescimento no engajamento”. A tiktoker é formada em psicologia, mas diz que sempre teve o costume de fazer piadas e contar histórias engraçadas. Ela ficou muito surpresa com toda repercussão que teve, mas depois que percebeu a visibilidade que ganhou, decidiu investir em seus vídeos. “É um aplicativo que está em alta desde o início da quarentena, e aí eu resolvi criar um perfil lá e postar vídeos de humor, que é o que eu gosto, e quando eu vi que a galera estava gostando dos meus conteúdos, eu comecei a produzir mais ainda”.

Pequena Lo posta conteúdo na internet desde 2015, na época postava vídeos no YouTube. “Eram histórias mais longas. Quando eu comecei lá, eu falava sobre minhas vivências, sobre andar de muletas, sobre minha condição, mas sempre com humor, uma coisa mais leve”. A mineira nasceu com membros curtos devido a uma síndrome que até hoje não foi identificada, mas que está associada com a displasia óssea. No entanto, isso não a impediu de continuar fazendo o que gosta e virar um sucesso. “O TikTok também me deu esse reconhecimento, de que eu sou a Pequena Lo criadora de conteúdo, e não a Pequena Lo que anda de muleta e que é baixinha”.

Marcella Montellato (@hunnybee24)

A estudante de cinema de 19 anos viralizou no TikTok no período da quarentena. Marcela conquistou 1,8 milhões de seguidores com vídeos sobre suas histórias, que viram divertidas cenas de humor. Em um vídeo no aplicativo, ela conta que começou fazendo vídeos apenas para os amigos sobre coisas incomuns que aconteceram em sua vida no começo da quarentena.

Além das próprias histórias, a jovem faz vídeos dando dicas amorosas, dicas de filmes e até cria personagens, com teor humorístico. Marcela idealizou um reality show com sua família que viralizou na web, o “Quarentenados”. Em uma entrevista para o site Capricho, a jovem revelou que teve a ideia após ver uma paródia no Tik Tok, e que foi fácil convencer a família a embarcar nos vídeos. Esses vídeos são compostos por cenas da família da tiktoker, seu irmão Pedro e seus pais, Georgia e Paulo, reproduzindo cenas comuns de uma família confinada por muito tempo na mesma casa.

Marcela também tem um canal no YouTube, que criou após ganhar engajamento no TikTok. Ele é composto por vídeos mais longos sobre a vida da estudante, mas o vídeos do TikTok não foram deixados de lado!

Renata Schneider (@renata.c.schneider)

A gaúcha de 18 anos encanta os seguidores com vídeos artísticos e histórias lúdicas, conhecidas como POVs (“point of view”) pelos usuários do TikTok. Renata, estudante de teatro e professora de ballet, traz muitas coisas dessa rotina para seus vídeos e assim alcançou 1 milhão de seguidores na plataforma.

“Eu gostava muito de assistir os vídeos do tiktok, e achava super engraçado. Às vezes eu via uns estilos de vídeos com o qual me identificava, que gostaria de também estar fazendo”, conta Renata. Ela já possuía um canal no Youtube com algumas amigas, mas a quarentena as distanciou. Foi nesse momento que Renata começou a explorar mais o TikTok. “Eu senti falta desse contato com a internet. Então na quarentena eu comecei a postar mais no TikTok, já que eu tinha um pouco mais de tempo para produzir”. A jovem diz que é surreal tudo que está acontecendo: “É bem impressionante isso, as pessoas sabem e comentam, sabem coisas da minha vida”.

Além de visibilidade o TikTok expôs talentos desconhecidos pela tiktoker. “Eu nunca fui boa com maquiagem, e aí na quarentena eu tive essa vontade de me transformar nos personagens, mas eu percebi que para uma boa transformação a maquiagem é uma parte bem importante, então comecei a treinar. Quanto mais vídeos eu postava, melhor eu ficava”. Suas maquiagens e personagens viraram uma das marcas de Renata no aplicativo.

Devido ao TikTok, Renata saiu no jornal de sua cidade, Alto Feliz, e diz que foi algo muito especial. “As pessoas da minha cidade não sabiam que eu postava TikTok, então muita gente começou a baixar o aplicativo e me seguir”. A estudante também revela suas metas na plataforma: “Eu vou continuar postando porque é uma forma de divulgar o meu trabalho como artista, como bailarina, atriz, mas também é a forma que eu me sinto feliz e fazendo arte”.

Maíra Gomez (@cunhaporanga_oficial)

Maíra Gomez, indígena da etnia Tatuyo, do Amazonas, conhecida no TikTok pelo apelido Cunhaporanga (moça bonita), acumulou 1,7 milhões de seguidores no aplicativo. A jovem de 21 anos publica vídeos sobre  a convivência na comunidade onde vive e que está durante a quarentena, mostra sua família, sua rotina de plantio, artesanato, etc. Ela também tira dúvidas de seus seguidores sobre a sua cultura.

No perfil do Instagram, a indígena se intitula como artista em pinturas e também cria bastante conteúdo em torno desse assunto. Com muita simpatia,  Maíra revela como funcionam alguns hábitos na comunidade, como depilação, partos, ou como as mulheres lidam com a menstruação. Ela também conta muito sobre a rotina de caça e como são preparados os alimentos. Além disso, a tiktoker também traz vídeos divertidos sobre o seu dia a dia.

Jordana Morena (@ajordanamorena)

Jordana, carioca de 24 anos, publica vídeos de humor e chegou à marca de 460 mil seguidores no TikTok durante a quarentena. Seus vídeos giram em torno de situações do dia a dia, memes, receitas e como ela mesmo diz: “Sempre acompanhados de bom humor”.

A atriz e comediante conta que faz teatro desde os 17 anos e que sempre teve essa veia cômica que leva para o aplicativo. “Faz parte da minha personalidade, já venho trabalhando com humor em outras áreas há um tempo, e no TikTok não podia ser diferente”. Jordana diz que além da quarentena dar às pessoas mais tempo para navegarem pelas redes sociais e uma certa necessidade de distração, as características do aplicativo também foram importantes para seus vídeos fazerem sucesso. “Comecei a postar porque gostei muito da linguagem da plataforma e vi ali uma oportunidade nova de mostrar meu trabalho. Geralmente quando a rede social é mais recente, pessoas com menos visibilidade conseguem ter mais sucesso”

A carioca também revela que a visibilidade que ganhou no aplicativo trouxe mais possibilidades para sua carreira. “Está sendo essencial! É a plataforma onde tenho mais força e seguidores, ou seja, onde posso ter mais visibilidade do meu trabalho”. Ela afirma que irá continuar postando vídeos e espera que eles continuem fazendo as pessoas se divertirem.

The article above was edited by Danielle Amedore.

Like this type of article? Check Her Campus Cásper Líbero.

Similar Reads👯‍♀️