Her Campus Logo Her Campus Logo
Culture > News

A importância da Amazônia na preservação ambiental

The opinions expressed in this article are the writer’s own and do not reflect the views of Her Campus.
This article is written by a student writer from the Her Campus at Casper Libero chapter.

A Amazônia, conhecida como “pulmão do mundo”, continua a enfrentar ameaças crescentes à sua existência e a urgência de sua preservação nunca foi tão evidente. Sendo a maior floresta tropical do mundo, possui aproximadamente cinco milhões de quilômetros quadrados. A Amazônia se estende ao longo de nove países da América do Sul, sendo 60% da área desse bioma no Brasil.

O valor inestimável da biodiversidade dessa floresta a torna um bem de interesse global. A Amazônia abriga quase 25% de todas as espécies de seres vivos da Terra e é a maior bacia hidrográfica do mundo, com mais de 25 mil km de rios navegáveis. Descuidar dela traz não apenas prejuízos econômicos ao Brasil, mas desgaste internacional para a imagem do país.

Foto: Reprodução/ Instagram movimento floresta

Dentre os papéis globais da Amazônia, podemos citar:

  1. Absorção de carbono

As florestas tropicais desempenham um papel crucial ao armazenar carbono e atuam como as principais forças estabilizadoras do clima global. É por essa razão que o plantio de árvores é uma estratégia eficaz na redução das emissões de poluentes na atmosfera.

  1. Regime de chuvas

A Amazônia desempenha um papel crucial na geração e distribuição de uma quantidade significativa de água em todo o território brasileiro. O processo de evapotranspiração desempenha um papel fundamental ao transportar umidade e espalhar chuvas por países vizinhos, como Bolívia, Argentina, Paraguai, Uruguai e Chile, enquanto também abastece as regiões Sudeste, Centro-Oeste e Sul do Brasil. No entanto, o desmatamento desse ecossistema ameaça seriamente esse ciclo e a trajetória aérea da água, resultando em impactos significativos no regime de chuvas em todo o país e afetando diversas atividades econômicas.

Com um regime de chuvas desequilibrado, a Amazônia corre o risco de deixar de abastecer rios, córregos e represas, incluindo aquelas vitais para o funcionamento das hidrelétricas, além de irrigar as plantações. O simples atraso de uma semana nas chuvas pode resultar na perda de safras inteiras. Isso ressalta a importância crítica da preservação não apenas para a sustentabilidade do agronegócio no Brasil, mas também a produção de energia elétrica.

3. Economia

Atualmente, de acordo com dados do Ministério da Agricultura, o agronegócio representa o equivalente a 21,6% do Produto Interno Bruto (PIB) do país. No entanto, as mudanças climáticas, impulsionadas pela destruição da floresta amazônica, exercem um impacto negativo considerável sobre esse setor. Em 2019, por exemplo, a Associação dos Produtores de Soja (Aprosoja) relatou uma perda de mais de 16 milhões de toneladas na safra do grão devido à seca que afetou as principais regiões produtoras.

Além disso, é fundamental destacar que a preservação da diversidade amazônica desempenha um papel vital na disponibilidade de “produtos da floresta”, como medicamentos, óleos essenciais, cosméticos e alimentos. Muitos desses produtos são amplamente comercializados em todo o país e exportados para o mundo. Isso ocorre porque a Amazônia abriga uma riqueza incomparável de mais de dez mil espécies de plantas abundantes em compostos ativos utilizados tanto na medicina quanto na indústria cosmética.

Foto: Reprodução/ Instagram Leonardo DiCaprio

É preocupante o alto índice de desmatamento realizado na porção brasileira da Amazônia que se iniciou a partir da década de 1970, quando o governo brasileiro facilitou o acesso construindo rodovias que facilitaram alcançar as antes inalcançáveis localidades da região. O acumulado número de alertas de desmatamento no primeiro semestre de 2023 foi de 2.416 km², uma área do tamanho da cidade de Palmas.

A principal causa do desmatamento amazônico tem origem nas extrações ilegais de madeira, garimpo e mineração. Diante desse cenário, torna-se imperativo o desenvolvimento de iniciativas dedicadas à preservação da floresta amazônica. Isso é essencial para assegurar a proteção do meio ambiente e para contribuir com nossa capacidade de sustentar a vida no planeta.

Mas como é possível contribuir com a preservação da Amazônia? O primeiro passo é educar-se e apoiar petições e projetos que cuidem das comunidades afetadas. Quanto maior for o apoio, maior tende a ser a pressão feita ao poder público e privado para tomarem consciência e consequentemente uma atitude prioritária para a preservação da floresta.

Preservar a Amazônia é preservar a qualidade de vida de todos os seres vivos, com impactos para boa parte do planeta, sejam eles econômicos, ambientais ou sociais.

————————-

O artigo acima foi editado por Juliana Santos.

Gosta desse tipo de conteúdo? Confira a página inicial da Her Campus Cásper Líbero para mais!

Giovanna Oliveira

Casper Libero '25

22 years old. Advertising student at Casper Libero. Passionate about books and travelling. Events producer at HC since aug'22.