Her Campus Logo Her Campus Logo
Entertainment

#5 Séries Com Criadores/Roteiristas/Produtores/Diretores LGBTQIA+

Séries sempre foram algo muito popular e aclamado pelos mais variados públicos, ainda mais no cenário atual. Apesar de sua fama não ser por conta de nossas “novas vidas”, as séries reafirmam-se diariamente em nossas rotinas sem nem percebermos. Na maioria dos casos, são vistas como um programa para uma sexta-feira à noite ou algo que nos tire de um dia-a-dia agitado, tornando-se uma distração. Porém, você já parou para pensar sobre aqueles que estão envolvidos na criação de tudo isso? Que, para nós, já aparece pronto, e nosso único dever é apertar o “play”?

Pensando nisso e homenageando o Mês do Orgulho, e na importância da representatividade dentro e fora de cena,  separamos 5 séries desenvolvidas por profissionais LGBTQIA+. Algumas delas são mais  conhecidas e outras nem tanto, porém, com certeza, irão entrar para sua lista de favoritas!

Alan Ball de Six Feet Under  (roteirista, diretor, dramaturgo e produtor de televisão)

Alan Ball baseou a série em sua própria experiência, quando viu a morte de sua irmã com seus próprios olhos, aos 13 anos em um acidente de carro. Ball é assumidamente homossexual e já foi chamado de “uma forte voz para a comunidade LGBTQIA+” várias vezes. Fez diversos filmes e séries de sucesso, como por exemplo: American Beauty.

Resumidamente, a série conta a vida da família Fisher, a qual dirige uma funerária no porão de sua casa. Nathaniel, pai da família, morre em um acidente de carro e então, os Fisher passam por um processo de organização pessoal e geral em suas vidas. A pauta principal da série é a morte e como cada pessoa lida com esse processo. Também conta com o conflito do personagem David e sua sexualidade, abrangendo a família e seu auto entendimento.

Ilene Chaiken de The L Word (realizadora, produtora executiva e argumentista)

Chaiken, assim como Ball, também inspirou-se em um acontecimento de sua vida pessoal. Seu primeiro romance com outra mulher acabou em um coração partido, resultando no enredo de um dos casais da série: Marina e Jenny. Ilene fez parte da produção de “Empire” também, uma série lançada em 2015.

A série Sobre “The L Word” é focada na vida de um grupo de lésbicas em Los Angeles. A personagem Jenny, protagonista, se muda para LA com seu namorado Tim, porém, a vida da protagonista muda com a entrada de suas vizinhas, Bette e Tina, em sua rotina. O intuito da série seria alcançar uma visibilidade maior para as mulheres bissexuais e lésbicas, desmanchando também, a ideia estereotipada que existe na palavra “Lésbica”. 

Lauren Morelli de Orange Is The New Black (produtora, roteirista e diretora)

Lauren assumiu sua sexualidade durante as gravações de OITNB, onde trabalhava como roteirista. Na época da série, estava em um relacionamento heterossexual, porém, terminou a relação e engatou um romance com a atriz Samira Wiley, cujo personagem tinha grande importância na série. Lauren e Samira casaram-se em 2017 e permanecem juntas desde então. A roteirista já contou sobre o apoio que recebia das atrizes e dos outros produtores perante tal conflito que muitas pessoas sofrem diariamente.

Orange Is The New Black é uma série de extremo sucesso e conhecida mundialmente, onde conta a história da sentença de Piper por conta de antigos crimes com sua ex-namorada, Alex. Piper foi para a prisão noiva de seu namorado Larry, porém, seus caminhos acabam se desencontrando ao enrolar da série. Por conta de sua agitada pena na Penitenciária Feminina de Litchfield, a protagonista passa por diversas histórias e conhece todos os tipos de pessoas.

Lilly e Lana Wachowski de Sense8 (diretoras, produtoras e roteiristas)

Lilly e Lana Wachowski são mulheres transgêneras. Lana começou a falar abertamente sobre em 2012 e Lilly, em 2016. A transição, muitas vezes, não é um processo fácil, por isso, Lana e Lilly sempre foram os principais suportes uma da outra. As irmãs Wachowski firmaram sua carreira através da trilogia “Matrix”, um dos maiores sucessos mundiais. Inclusive, Lilly chegou a assumir que a trilogia, no início, seria sobre uma pessoa trans.

Porém, um dos mais recentes sucesso da dupla, Sense8, trata de um grupo de pessoas ao redor do mundo, todas elas ligadas mentalmente, e então, precisam achar alguma saída para sobreviverem, pois são vistos como uma ameaça de nível mundial para muitos, sendo caçados a todos os momentos. Apesar de tratar sobre assuntos muito importantes, Sense8, infelizmente, foi cancelada pela Netflix por conta de sua baixa audiência – mas ainda está disponível em sua plataforma.

Aurora Guerrero de 13 Reasons Why (ativista, diretora e escritora)

Aurora Guerrero se identifica como queer e é uma das mais conhecidas diretoras LGBTQIA+. Guerrero posiciona-se primeiro como ativista e em segundo plano como diretora, por conta de seu foco: transformar a arte em uma ferramenta para o diálogo e educação. Aurora lançou um filme, “Mosquita y Mari”, onde também espelha uma experiência pessoal sobre quem realmente foi seu primeiro amor.

Em 13 Reasons Why, a trama gira em torno do suicídio de Hannah Backer, uma estudante que sofria bullying e não recebeu os devidos cuidados em tal situação. Clay, amigo e apaixonado por Hannah, recebeu em sua casa uma caixa com as 13 fitas gravadas pela adolescente, onde são contados os motivos que levaram-na à decisão final. Entretanto, 13 Reasons Why abrange diversos outros assuntos que, muitas vezes, são ignorados e estão em nosso cotidiano.

Todos os programas citados anteriormente – e muitos outros – carregam grandes personalidades e histórias que, por vezes, são deixadas de lado. Normalmente, não temos o costume de pesquisar sobre a pessoa que roteiriza nossa série favorita, e são nesses momentos, que passamos por incríveis histórias inspiradoras, nos mais variados sentidos. 

Então viemos trazer essa dica: pesquise o nome daquela pessoa que conseguiu criar um conteúdo com tamanha qualidade, capaz de te prender e gerar tantas emoções. Existem milhares de pessoas que estão prontas para serem descobertas e, muitas vezes, te auxiliar de alguma forma. 

—————————————————————————–

O artigo acima foi editado por Letícia Rocha.

Gostou desse tipo de conteúdo? Confira a página inicial do Her Campus Casper Líbero para mais!

Georgia Ponce

Casper Libero '24

estudante de relações públicas; São Paulo, Brasil; apaixonada em descobrir e adquirir novos conhecimentos.
Similar Reads👯‍♀️