Her Campus Logo Her Campus Logo
Entertainment

#15 Músicas Que Refletem O Brasil Da Década Passada

O cenário cultural de um país diz muito a respeito de determinado período, época e momento social que está inserido. Cada manifestação artística, desde as que são valorizadas em seu tempo até as que alcançam reconhecimento apenas depois, representam vertentes, nichos econômicos e até mesmo a construção de estéticas regionais.

O Brasil sempre possuiu uma cultura diversa e em constante movimento: seja na música, na literatura ou no cinema, gêneros se conversam e criam novos padrões. É difícil e até mesmo reducionista conhecer alguém que consiga definir seu gosto em apenas um espectro de estilo.

Mas, falando exclusivamente de tempo, você se lembra quais eram os principais sucessos musicais do país há dez anos atrás? As músicas que não só tocavam em festas, encontros e bares, mas que também trazem à tona toda aquela nostalgia do Brasil nos anos de 2010 em diante, já que remetem a uma realidade tão distinta da atual em diversos sentidos: político, social, econômico e até mesmo em relação a diferentes experiências de show. Confira!

 

“Só os Loucos Sabem” – Charlie Brown Jr. (2009)

Um dos hits mais icônicos da banda caiçara, “Só Os Loucos Sabem” foi lançado no final de 2009 após um episódio reflexivo de Chorão (Alexandre) em um culto religioso. A letra da canção se tornou um mantra para os jovens da época e chega a ser considerada clichê nos dias atuais após a gigante repercussão. A letra da canção inclusive é constantemente citada em diferentes contextos.

“Tá Vendo Aquela Lua” – Exaltasamba (2010)

“Tá Vendo Aquela Lua” marca o álbum ao vivo em comemoração aos 25 anos do Exaltasamba. A faixa continua na lista das mais ouvidas do grupo nas plataformas de streaming e é presença confirmada até hoje na maioria dos churrascos e reuniões de pagode no país.

“Vagalumes” – Pollo (2012)

Com certeza “Vagalumes”, da banda Pollo, não poderia em hipótese alguma ficar de fora da lista. A música que estreou o grupo de rap nas paradas de sucesso tocou tantas vezes em diferentes lugares que provavelmente você ainda deve ter a letra do hit intacta na mente mesmo depois de tanto tempo.

“Céu Azul” – Charlie Brown Jr. (2012)

“Céu Azul” é outro exemplo de obra inseparável do artista. A composição entra nessa lista principalmente pela sua enorme presença nas rádios brasileiras durante a época que foi lançada. Se você era um adolescente em 2012 com certeza vai se lembrar de ouvir “Mas que preguiça boa, me deixa aqui à toa” em um looping eterno nas paradas de rádio. Isso talvez prove a qualidade da faixa que, mesmo com forte repetição, não deixou de ser apreciada e também não perdeu seu poder de impacto.

“Amo Noite e Dia” – Jorge e Mateus (2010)

Jorge e Mateus colecionam muitas músicas que poderiam entrar nessa seleção: os dois carregam uma enorme nostalgia para os amantes de sertanejo, justamente por terem tantos hits consagrados ao longo da carreira. “Amo Noite e Dia” foi sucesso em 2010, juntamente com outros clássicos da dupla.

“Plaque de 100” – MC Guime (2010)

MC Guime marcou sua estreia e visibilidade musical com o lançamento de “Plaque de 100”, sendo um dos primeiros funkeiros a aderir de vez à onda ostentação do funk nacional, uma nova vertente do gênero que começou a ganhar maior força principalmente a partir de 2011.

“Onde Estiver” – NX Zero (2010)

Outra opção recorrente das rádios, “Onde Estiver” ganhou diversos remixes e versões junto a voz de Di Ferrero. A música feita em parceria com Freddie Gibbs teve uma repercussão tão grande que carrega uma enorme onda de nostalgia para aqueles que presenciaram seu lançamento.

“Não existe amor em SP” – Criolo (2011)

“Não existe amor em SP” marcou o cenário musical brasileiro de diferentes formas por sua letra forte, sincera, triste e bonita ao mesmo tempo. O rapper Criolo eternizou frases que são utilizadas até hoje para descrever a melancolia da agitada realidade paulistana e seus recortes sociais. 

“Angra dos Reis” – Mc Daleste e DJ Batata (2012)

Mc Daleste teve pouco tempo para expandir a carreira, mas mesmo com sua morte precoce o funkeiro é lembrado como referência no movimento de resgate e reconstrução do funk paulista que se seguiu em 2010. O cantor é lembrado por hits como “Mina de Vermelho”, “Eu sou Daleste”, “Angra dos Reis” e “Que mundo é esse”.

“Acelera Aê” – Ivete Sangalo (2010) 

Ivete Sangalo possui seu nome atrelado ao carnaval e axé brasileiro. É impossível construir uma imagem do Brasil dez anos atrás sem considerar os trios elétricos e um dos mais memoráveis singles de Ivete: “Acelera Aê”. Apenas pelo nome da música já é possível reviver toda a animação que envolve a faixa.

Se você se interessou pela lista e tem vontade de relembrar esses sucessos entrando no clima nostálgico de um jovem brasileiro dos anos 2000, todas as faixas estão disponíveis em uma playlist do Spotify. Clique para ouvir!

——————–

Esse artigo foi editado por Vitória Antunes.

Gostou desse tipo de conteúdo? Confira a home page da Her Campus Casper Libero para mais!

Larissa Mariano

Casper Libero '23

Encantada pelas palavras e vivendo entre inconstâncias. Apaixonada por literatura, música, cinema e tudo aquilo em que expressamos nossos sonhos.
Similar Reads👯‍♀️