Her Campus Logo Her Campus Logo

5 Séries Que Toda Mulher Deveria Assistir

Personagens femininos têm aparecido cada vez mais em séries que dão a abordagem necessária para assuntos importantes. Separamos então cinco séries que toda mulher deve assistir!

O Conto da Aia (The Handmaid's Tale)

Foto: Cosmopolitan

Inspirado no livro homônimo da autora canadense Margaret Atwood, O Conto da Aia conta a assustadora história de uma sociedade radicalmente anulada por uma revolução teocrática no século XXI.

Offred (Elisabeth Moss) é uma serva na República de Gilead, ou seja, apenas uma Aia na casa de um comandante do exército e sua esposa. Ela tem permissão de sair pouquíssimas vezes - nunca sozinha. Os lugares, os quais podem ser frequentados, não têm mais letreiros ou informações por escrito, pois mulheres não podem ler. Elas existem apenas para uma função: procriar, e caso não alcancem este objetivo, são consideradas Não-Mulheres e colocadas à margem da sociedade.

A trama de O Conto da Aia se diferencia de tantas outras distopias pelo fato de Offred e as outras Aias estarem vivendo o início desta "revolução", ou seja, o rumo de suas vidas mudou a pouco tempo, o que faz com que elas tenham sido separadas de suas vidas passadas, filhos, maridos e, com isso, esperança de reencontrá-los.

A série foi lançada na época perfeita para suscitar discussões necessárias sobre conservadorismo, extremismo religioso e machismo na sociedade. Pelas palavras de Atwood, "a República de Gilead é construída sobre a base das raízes puritanas do século XVII que sempre estiveram por baixo da América moderna que pensávamos conhecer”. A autora ajudou na produção da série e no desenvolvimento do roteiro.

Aclamada pela crítica e com apenas uma temporada até o momento, O Conto da Aia ganhou 8 Emmys, incluindo o prêmio de Melhor Série de Drama. A primeira temporada está disponível na plataforma Hulu e, na televisão brasileira, ela chegará, provavelmente, em 2018 pelo canal Paramount Channel. A segunda temporada já está confirmada para abril de 2018 \o/

Grace and Frankie

Foto: Minha Série

Você pode ser facilmente convencida a assistir a esta série se analisar o elenco formado por grandes nomes do cinema: Jane Fonda, Lily Tomlin, Martin Sheen e Sam Waterston.

Grace, vivida por Fonda, é uma chique mulher que ao descobrir a homossexualidade de seu marido perde o chão e não sabe mais como viver. O namorado dele é Sol (Waterston), sócio de longa data que era casado com Frankie, uma hippie meio maluca que também se vê perdida quando descobre a verdade sobre seu casamentos. Ambas se conhecem, mas não se gostam. Até que são obrigadas a conviverem juntas dadas as circunstâncias e, assim, começam a viver suas novas vidas de solteiras.

Grace and Frankie mostra que não é preciso "ser jovem” para se viver bem e, muito menos, ter medo de envelhecer. As protagonistas são diferentes entre si, mas vivem dilemas parecidos, como a convivência com os ex-maridos e com os filhos, que são personagens secundários muito bem construídos e aumentam o tom de comédia da série. As duas mantém suas essências: Frankie faz meditação e fuma maconha, enquanto Grace é extremamente clássica e impecável, mas ao desenrolar da trama, começam a ter mais características uma da outra.

As três temporadas de Grace and Frankie estão disponíveis na Netflix.

Unbreakable Kimmy Schimdt

Foto: VIX

A série da Netflix acompanha Kimmy Schimdt (Ellie Kemper), garota que ficou presa por 15 anos em uma espécie de bunker comandado por um maluco que pregava os ideais de uma seita na qual o mundo acabou e a única maneira de continuar vivo é ficar no esconderijo de baixo da terra.

Kimmy consegue sua liberdade e resolve viver a vida ao máximo, mas sua mentalidade continua igual a de quando entrou no esconderijo, então acompanhamos as peripécias de uma mulher agindo como uma adolescente, e é hilário.

Os personagens secundários também são muito engraçados, tornando a série ainda mais divertida. Ao se mudar para Nova Iorque, Kimmy consegue um emprego de babá na casa da ricaça Jacqueline (Jane Krarkowski) e – com a ajuda de seu melhor amigo Titus Andromedon (Tituss Burgess) – tenta realizar todos seus sonhos, que incluem colocar na cadeia o homem que a sequestrou, comer todos os doces do mundo e terminar o Ensino Médio.

A trama foi criada e desenvolvida pela Tina Fey, responsável por clássicos como 30 Rock e o filme Meninas Malvadas, ou seja, a série tem um texto crítico, com referências à cultura pop e de cunho feminista. Unbreakable Kimmy Schimdt é, então, uma boa opção para quem quer dar boas risadas com uma comédia fácil e, ao mesmo tempo, crítica.

As duas temporadas da série estão disponíveis na Netflix.

GLOW

Foto: Nerdist

Ruth (Alison Brie) é uma atriz frustrada que não vê perspectiva em nenhum trabalho e está muito precisando de dinheiro. A única oportunidade que aparece é a de trabalhar em um novo projeto chamada GLOW (Gorgeous Ladies Of Wrestling), que envolve diferente tipos de mulheres e um produtor ex-cineasta frustrado.

Lançada pela Netflix, a série é uma homenagem a um seriado homônimo dos anos 80. Podem esperar muitas referências, cabelões roupas coloridas.

Em GLOW, as mulheres lutam e, só por isso, você já deveria assistir. Mas não para por aí, pois todas têm personalidades fortes e, ao mesmo tempo, diferentes. A trama principal é a vida de Ruth, mas todas as personagens têm espaço e quase todas as histórias são bem desenvolvidas.

A primeira temporada está disponível na Netflix.

The Marvelous Mrs. Maisel

Foto: imdb

A série da Amazon Prime estreará apenas no dia 29 de novembro - inclusive no Brasil -, mas pelo trailer e sinopse já dá para saber que é imperdível.

Amy Sherman-Palladino e Daniel Palladino, criadores de Gilmore Girls, estão por trás da nova produção da plataforma de streaming (escreveram e dirigiram os oito episódios da série).

A trama conta a história de Miriam Midge Maisel, interpretada por Rachel Brosnahan, uma mulher que vive que em Nova Iorque no ano de 1958. Ela tem tudo que poderia desejar: marido perfeito, dois filhos e um elegante apartamento no Upper West Side - sim, o mesmo de Gossip Girl! Sua vida acaba saindo dos trilhos quando ela descobre um talento como comediante de stand-up e, assim, acaba com a "perfeição” que vivia até então, afinal, em plena década de 50, uma mulher não poderia ser independente e falar o que pensa em um show de comédia.

The Marvelous Mrs. Maisel estreia dia 29 de novembro, na Amazon Prime.

Edição: Letícia Giollo

Bachelor in International Relations and student of Journalism. I can spend my whole life talking about movies, TV series, books, politics, feminism, pets and everything in between.   
Similar Reads👯‍♀️